O empregado que não sabia perdoar

1. Objetivos:

* Ensinar que precisamos perdoar aos outros que pecam contra nós.

2. Lição Bíblica: Mateus 18.21-35 (Leitura bíblica para o professor e base bíblica para a história)

Versículo para decorar:

Mateus 18.35 “Assim vos fará meu Pai celestial, se de coração não perdoardes, cada um a seu irmão”.

3. Período de Adoração:

1) Cânticos: 1. 4.

2. 5.

3. 6.

2) Oração

4. Atividades:

1) Usar o flanelógrafo para contar a história

2) Jogo com versículo.

3) Jogo com perguntas.

4) Atividades.

Ponto de contato:

Você já se comportou muito mal e ouviu seu amigo dizer: “Ta bom, não foi nada. Eu te perdôo”. Como se sentiu? Feliz? Livre da culpa? Já foi mal tratado por seu amigo? Você o perdoou? Foi difícil ou fácil? Às vezes a parte mais difícil de perdoar outros é esquecer como nos sentimos machucados. Jesus conta uma comparação de como devemos perdoar aos outros.

História Bíblica:

Pedro perguntou a Jesus:

– Senhor, quantas vezes devo perdoar o meu irmão que peca contra mim? Sete vezes?

Jesus respondeu:

– Não, não deve perdoar sete vezes, mas setenta vezes sete! Porque o Reino do Céu é como um rei que resolveu acertar contas com seus empregados. Um empregado devia milhões de moedas de prata. Mas o empregado não tinha dinheiro para pagar a dívida. Aí o patrão mandou vender como escravos o empregado, sua esposa, seus filhos e tudo o que tinha, para pagar a dívida. Mas o empregado se ajoelhou diante do patrão e pediu, “Tenha paciência, e eu pagarei tudo ao senhor”. O patrão teve pena dele, perdoou a sua dívida e o deixou ir embora. O empregado saiu e encontrou um dos seus companheiros de trabalho que lhe devia cem moedas de prata. Ele pagou esse companheiro pelo pescoço e disse, “Pague o que me deve”. Seu companheiro se ajoelhou e pediu, “Tenha paciência comigo e eu lhe pagarei tudo”. Mas ele não concordou. Pelo contrário, jogou o outro na prisão até que pagasse a dívida. Quando os outros empregados viram o que havia acontecido, ficaram revoltados e foram contar ao patrão. Aí o patrão chamou aquele empregado e disse, “Empregado miserável! Perdoei tudo o que você me devia, porque me pediu. Você devia ter pena do seu companheiro, como eu tive de você”.

E Jesus terminou dizendo:

– É assim que meu Pai que está no céu fará com vocês se cada um não perdoar sinceramente o seu irmão.

O patrão ficou com muita raiva, e mandou o empregado para a prisão, a fim de ser castigado até pagar toda a dívida.

Para perdoar alguém de alguma coisa, seja alguma coisa grande ou pequena, sempre precisa de amor, e generosidade. A comparação ou parábola do empregado que não quis perdoar, nos mostra como é terrível e como é uma coisa desamorável recusar a perdoar. Todos nós precisamos ser perdoados muitas vezes, e devemos estar dispostos a perdoar outros também.

Lição Prática:

Calor convidou seu novo amigo João para ir a sua casa. Ele queria mostrar seu quarto. Ele mostrou sua coleção de figurinhas da seleção e também onde ele guardava dinheiro para comprar um uniforme do seu time de futebol. Depois, eles assistiram um jogo. Quando estava na hora de João voltar para casa, ele falou que deixou seu casaco no quarto de Carlos. Ele correu lá e voltou rápido.

Dois dias depois Carlos estava contando seu dinheiro e notou que a nota de dez reais estava faltando. Ele devia ter vinte e cinco reais. Carlos pensou e falou com sua família. Ninguém tinha idéia do que podia ter acontecido com a nota.

No outro dia na escola, João disse que queria falar com Carlos. Ele confessou que tinha levado a nota de dez reais e já gastara tudo. Ele pediu desculpas e falou que pagaria tudo logo que fosse possível.

– Ainda podemos ser amigos? – João perguntou

(Deixe as crianças contarem o fim da história)

Para discussão:

1. Seria fácil ou difícil para Carlos perdoar João? Por que?

2. Seria fácil ou difícil para Carlos esquecer a maldade que João fez? Por que?

3. Seria fácil ou difícil para João ser amigo de Carlos? Por que?

Perguntas:

1. Quantas vezes Pedro achou que devia perdoar seu irmão que pecasse contra ele?

2. Jesus respondeu que deve perdoar quantas vezes?

3. Quanto o empregado devia ao patrão?

4. Ele podia pagar?

5. O que o patrão ia fazer com ele e sua família?

6. O que o empregado pediu?

7. O que o patrão fez?

8. Quanto o companheiro devia ao empregado?

9. O que ele fez com o companheiro?

10. O que seu companheiro pediu?

11. O que o empregado fez?

12. O que os outros empregados fizeram quando ficaram sabendo?

13. O que o patrão fez com o empregado?

14. Por quê?

15. O que Jesus falou?

Anúncios

Uma opinião sobre “O empregado que não sabia perdoar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s